Busca

ESCUTA.

Tag

feminismo

Lei Maria da Penha: essa “leizinha vagabunda” e nada de novo no front

Luciana Vieira Rubim Andrade*

Recentemente, o caso de violência vivenciado pela modelo Luiza Brunet foi amplamente divulgado nos noticiários e nas redes sociais. A modelo denunciou seu então marido por agressão física, que teve como consequência quatro costelas fraturadas, além de lesões faciais. Continuar lendo “Lei Maria da Penha: essa “leizinha vagabunda” e nada de novo no front”

Anúncios

[Escuta Especial Conjuntura] De Dilma Rousseff a Marcela Temer: Gênero como categoria para a análise política *

Verônica Toste**

Esta segunda-feira, dia 17 de abril de 2017, é aniversário de um ano da instauração do processo de impeachment que tirou do poder a primeira mulher a ocupar a presidência da República no Brasil. Continuar lendo “[Escuta Especial Conjuntura] De Dilma Rousseff a Marcela Temer: Gênero como categoria para a análise política *”

Alguns espectros rondam as mulheres: crise, exploração e controle do corpo

Marcia Rangel Candido* e Verônica Toste*

Neste 8 de março, sugerimos que você faça um exercício simples: experimente buscar “dia da mulher” no Google imagens. A tela do computador se pintará de rosa, se encherá de frases motivacionais, e, entre rosas, flores, sapatos e batons aparecerão mensagens que remetem aos lugares pré-fabricados e desejados para o feminino. Continuar lendo “Alguns espectros rondam as mulheres: crise, exploração e controle do corpo”

8 de março: Não nos levem flores, vamos parar!!

Maria Abreu*

Há alguns anos ministrei uma disciplina eletiva que tratava de gênero como elemento transversal das políticas públicas. Continuar lendo “8 de março: Não nos levem flores, vamos parar!!”

Trocando o machismo pela misoginia?

Maria Abreu*

Desde 1999 a Organização das Nações Unidas (ONU), consagrou a data de 25 de novembro como o dia internacional de combate à violência contra a mulher. Continuar lendo “Trocando o machismo pela misoginia?”

Por que as mulheres devem ocupar o poder? Entre a opressão da tradição, das igrejas, do estado e da mídia, onde está liberdade das mulheres?

Marlise Matos*

A tradição sacraliza pela repetição do mesmo, a inércia e o eloquente silêncio do costume, impensadamente. As igrejas sacralizam pela negação da materialidade do corpo, pela sacralização e purificação da maternidade, pelo medo do desejo, intencionalmente. Continuar lendo “Por que as mulheres devem ocupar o poder? Entre a opressão da tradição, das igrejas, do estado e da mídia, onde está liberdade das mulheres?”

Como nos ensina o “bela, recatada e do lar”, a política ainda não é lugar para mulheres

Daniela Rezende*

Matéria da revista Veja publicada em 18/04/2016 tem como “ protagonista” a mulher do vice-presidente Michel Temer, retratada como bela, recatada e do lar: Continuar lendo “Como nos ensina o “bela, recatada e do lar”, a política ainda não é lugar para mulheres”

A voz das ciências sociais é masculina?

Verônica Toste* e Marcia Rangel Candido**

A presença das mulheres tem marcado a história das Ciências Sociais no Brasil. Em 1970, antes mesmo do ingresso massivo de mulheres nas universidades e quando elas ainda representavam apenas 25% do corpo discente dos cursos de ensino superior, elas já eram 72% das portadoras de diploma na área. Continuar lendo “A voz das ciências sociais é masculina?”

WordPress.com.

Acima ↑