Busca

ESCUTA.

Tag

Conjuntura

Um populista no poder: polarização, ideologia e desafios ao presidencialismo de coalizão

Mayra Goulart* e Luan Guedes**

A experiência democrática brasileira apresenta um padrão no que tange o comportamento dos poderes Legislativo e Executivo. Em razão da construção histórica da política nacional, que inclui um processo de hipertrofia do Poder Executivo oriundo décadas de governos autoritários e militares, o Executivo assumiu poderes que lhe permitiam, de maneira institucional, sobrepujar o papel do poder Legislativo. Continuar lendo “Um populista no poder: polarização, ideologia e desafios ao presidencialismo de coalizão”

Anúncios

A Ferrovia Real Madrid

João Dulci*

Há alguns dias foi leiloada a ferrovia Norte-Sul (FNS), umas das mais importantes obras de infraestrutura do país. Desde 1987, a completude de um ambicioso projeto ainda parece um tanto longe, embora durante os últimos governos eleitos a obra tenha avançado.

Continuar lendo “A Ferrovia Real Madrid”

Sonho de um carnaval?

Jorge Chaloub*

O “chefe da polícia” pelo twitter manda avisar que é urgente o retorno aos “bons tempos”. Depois dos “excessos” de manifestações populares, realizadas com a tolerância e mesmo o incentivo da permissiva Constituição de 1988, agora devemos voltar plenamente às épocas em que o povo na rua é, sem dúvida, questão de polícia.

Continuar lendo “Sonho de um carnaval?”

Vavá e o opróbrio de Lula

João Dulci*

Em Durkheim, dentre outros escritos em “Da divisão do trabalho social”, o autor discorre sobre a justiça. É bastante interessante como o Direito ganha contornos na transição da solidariedade mecânica para a orgânica. O Direito transforma-se num indicador da transição. Mas uma das figuras mais interessantes da teoria durkheimiana é o opróbrio. Continuar lendo “Vavá e o opróbrio de Lula”

A ponta da praia: um pouco de dignidade se despede do Congresso Nacional

João Dulci*

Num dos mais famosos quadros do grupo Monty Python, um senhor entra numa loja de animais e tenta devolver um papagaio, alegando que lhe foi vendido um papagaio empalhado como se fosse um animal vivo. Continuar lendo “A ponta da praia: um pouco de dignidade se despede do Congresso Nacional”

Modos para sobreviver à tempestade: notas sobre a ausência de PT e PSOL na posse de Bolsonaro

Jorge Chaloub*

A polêmica sobre a ausência de PT e PSOL na posse de Jair Bolsonaro trouxe ao centro do debate uma questão candente desde a eleição e incontornável durante os próximos quatro anos: a postura perante o novo governo. Resta saber como lidar com um presidente legitimado pelas urnas, mas contrário, em suas palavras e gestos, a muitos preceitos centrais da democracia, mesmo em seus conceitos menos exigentes.

Continuar lendo “Modos para sobreviver à tempestade: notas sobre a ausência de PT e PSOL na posse de Bolsonaro”

Os momentos que precedem a tormenta: algumas questões sobre o passado e o futuro da democracia

Jorge Chaloub*

Os escritos sobre a crise contemporânea já podem formar pequenas bibliotecas. Nelas, obituários mais ou menos solenes sobre a democracia convivem com críticas bem-comportadas aos “populismos” mais diversos e lembranças dos anos 1930 podem ser colocadas na prateleira ao lado de escritos sobre o retorno dos totalitarismos.

Continuar lendo “Os momentos que precedem a tormenta: algumas questões sobre o passado e o futuro da democracia”

Para a organização de uma frente democrática

Alexandre Mendes*

As declarações de Ciro Gomes em entrevista à Folha de São Paulo[1] sobre a liderança da oposição ao governo Bolsonaro não deveriam surpreender. Continuar lendo “Para a organização de uma frente democrática”

O WhatsApp não pode parar

João Martins Ladeira*

O debate público sobre a indicação de Moro para o Ministério da Justiça (e Segurança) se concentrou, de fato, em aspectos essenciais, mas não foi completo. Continuar lendo “O WhatsApp não pode parar”

WordPress.com.

Acima ↑