Busca

ESCUTA.

mês

abril 2016

[Escuta Especial Conjuntura] O analfabetismo político e o impeachment

Gabriel Gutierrez *

Nos últimos meses, o acirramento do embate entre as principais elites políticas nacionais tem transformado a possibilidade de impeachment no principal assunto do país. Continuar lendo “[Escuta Especial Conjuntura] O analfabetismo político e o impeachment”

Anúncios

Como nos ensina o “bela, recatada e do lar”, a política ainda não é lugar para mulheres

Daniela Rezende*

Matéria da revista Veja publicada em 18/04/2016 tem como “ protagonista” a mulher do vice-presidente Michel Temer, retratada como bela, recatada e do lar: Continuar lendo “Como nos ensina o “bela, recatada e do lar”, a política ainda não é lugar para mulheres”

[Escuta Especial Conjuntura] O nascimento da incerteza

Rodrigo Elias*

O desenrolar do processo que levou à aprovação na Câmara dos Deputados, no dia 17 de abril de 2016, do relatório que defende o impedimento de Dilma Rousseff da Presidência da República é um momento oportuno para que se proceda, mesmo que parcialmente, uma arqueologia em tempo real (perdoado o oximoro) do nosso sistema político. Continuar lendo “[Escuta Especial Conjuntura] O nascimento da incerteza”

[Escuta Especial Conjuntura] Os silêncios que gritam: Bolsonaros, Ustra e a ditadura brasileira

Fernando Perlatto*

O dia 17 de abril de 2016 ficará marcado na história brasileira. Naquela data, o país acompanhou a votação que aprovou a admissibilidade do pedido de impeachment da Presidente Dilma Rousseff, com vários deputados fazendo discursos em homenagem a Deus e às suas respectivas famílias, desconsiderando por completo a matéria pela qual a presidente estava sendo acusada. Continuar lendo “[Escuta Especial Conjuntura] Os silêncios que gritam: Bolsonaros, Ustra e a ditadura brasileira”

Da pressa, a inimiga da perfeição: Rio cidade olímpica

Alessandra Maia Terra de Faria*

“A pressa é inimiga da perfeição”, “pressa a mãe do tumulto e do erro”. Menções que se tornaram jargões populares tão antigos quanto nossa República, ao serem proferidas por Rui Barbosa[1], em seu famoso parecer sobre a redação do Código Civil de então e sua crítica e oposição à pressa com que o governo redigira a obra, o que pouco depois reforçaria sua impressão em Haia, ao defender a igualdade jurídica. Continuar lendo “Da pressa, a inimiga da perfeição: Rio cidade olímpica”

[Escuta Recomenda] Shakespeare e Cervantes: 400 anos

Em homenagem aos 400 anos da morte de dois dos maiores gênios da literatura, William Shakespeare e Miguel de Cervantes, Escuta recomenda um caderno especial e uma reportagem produzidos, respectivamente, pelos jornais Folha de São Paulo e El Pais sobre os dois escritores. Continuar lendo “[Escuta Recomenda] Shakespeare e Cervantes: 400 anos”

A política e as regras (e princípios) do jogo de uma democracia fugidia no Brasil

Igor Suzano Machado*

A atual conjuntura política brasileira nos convida a reflexões acerca das características da democracia e do país. A julgar por alguns dos clássicos da interpretação do Brasil, o brasileiro não seria muito disposto a obedecer regras, que lhe aparecem mais como obstáculos na concretização de seus interesses do que como meios para a concretização desses interesses sob padrões de razoabilidade. Continuar lendo “A política e as regras (e princípios) do jogo de uma democracia fugidia no Brasil”

Ponte dos espiões e o diálogo como caminho

Wallace Andrioli Guedes*

Nas últimas semanas, em meio ao turbilhão político-midiático que vivemos, duas notícias me chamaram especial atenção. Na primeira delas, o músico Lobão, outrora progressista, mas conhecido nos últimos anos por um virulento antiesquerdismo, veio a público pedir diálogo com figuras da MPB que há muito critica, também por defenderem posições políticas opostas às suas: Chico Buarque, Gilberto Gil e Caetano Veloso. Continuar lendo “Ponte dos espiões e o diálogo como caminho”

[Escuta Editorial] Nota de repúdio ao golpe

A Revista Escuta nasceu com o objetivo de abrigar posições diversas sobre temas relacionados à política e à cultura. A defesa da pluralidade não implica, entretanto, vacilar na guarda de alguns valores, como a democracia e a república, claramente atacados ao longo dos últimos meses. Continuar lendo “[Escuta Editorial] Nota de repúdio ao golpe”

WordPress.com.

Acima ↑