Busca

ESCUTA.

mês

agosto 2019

[Antropologia Política. Pesquisa em andamento] Um jogo absorvente: diplomacia e meio ambiente entre os cosmonautas do Atlântico Sul

Eduardo Mares Bisnetto*

Em país distante, de um planeta plano como os mares da Terra, a questão ambiental (conceito que será desenvolvido adiante) é tratada de forma bastante pitoresca. Lá, o presidente-rei-autocrata considera que um dos obstáculos ao desenvolvimento se dá pelo excesso de ervas daninhas que crescem em abundância, por vezes chegando a trinta metros de altura e cinco de diâmetro. Continuar lendo “[Antropologia Política. Pesquisa em andamento] Um jogo absorvente: diplomacia e meio ambiente entre os cosmonautas do Atlântico Sul”

Bacurau e a distopia brutal de um país que se desfaz

Por Fernando Perlatto*

Bacurau é um filme intenso, forte, visceral. É a alegoria brutal do Brasil contemporâneo, com suas violências e ferocidades, visto pelas lentes distópicas dos diretores Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles.

Assistir a este western tupiniquim selvagem é uma experiência quase catártica neste país que se desmancha a olhos vistos. Continuar lendo “Bacurau e a distopia brutal de um país que se desfaz”

[Escuta Recomenda] Semana 13

Por Fernando Perlatto*

A coluna “Escuta Recomenda” é publicada aos domingos, assinada por um dos editores da revista, Fernando Perlatto, com sugestões de leituras de textos de política e de cultura, publicados na imprensa ao longo da semana. Continuar lendo “[Escuta Recomenda] Semana 13”

Contra o público

Diogo Tourino de Sousa*

A tragédia brasileira foi retratada com primor pelo ensaio de Kléber Mendonça Filho, O som ao redor (2012). No drama, um bairro de classe média da zona sul da cidade do Recife tem sua rotina alterada com a chegada de uma milícia de rua, que oferece segurança aos moradores em troca de remuneração. Continuar lendo “Contra o público”

[Antropologia Política. Pesquisa em andamento] Cinema e diversidade: filtros culturais dentre os cosmonautas do Atlântico Sul

Eduardo Mares Bisnetto*

Em país distante, de um planeta plano como uma moeda de vinte e cinco centavos, o presidente-rei-autocrata gosta de avaliar os filmes que sua população pode ou não assistir em seus cinemas. A preocupação, principalmente, é com filmes com teor sexual ou temáticas LGBT (sim, no tal planeta a tag é a mesma). Continuar lendo “[Antropologia Política. Pesquisa em andamento] Cinema e diversidade: filtros culturais dentre os cosmonautas do Atlântico Sul”

[Escuta Recomenda] Semana 12

Por Fernando Perlatto*

A coluna “Escuta Recomenda” é publicada aos domingos, assinada por um dos editores da revista, Fernando Perlatto, com sugestões de leituras de textos de política e de cultura, publicados na imprensa ao longo da semana. Continuar lendo “[Escuta Recomenda] Semana 12”

Meritocracia à brasileira

Eduardo de Borba*

Nesse texto tentarei evidenciar algumas relações entre categorias que, por si só, mereceriam teses. Para essa tarefa me apoiarei no livro A construção da sociedade do trabalho no Brasil, do sociólogo Adalberto Moreira Cardoso, e em sua investigação que analisa a ligação entre a legitimidade das ordens sociais e o sentimento de justiça de seus concernidos. A ideia é defender que uma sociedade extremamente desigual, como a nossa, embaralha esse sentimento de justiça por meio da própria percepção da desigualdade social. Relacionarei a seguir ideias sobre legitimação, justiça, liberalismo e desigualdade, partindo de duas razões que sustentam a tese de Cardoso. Continuar lendo “Meritocracia à brasileira”

[Escuta Recomenda] Semana 11

Por Fernando Perlatto*

A coluna “Escuta Recomenda” é publicada aos domingos, assinada por um dos editores da revista, Fernando Perlatto, com sugestões de leituras de textos de política e de cultura, publicados na imprensa ao longo da semana. Continuar lendo “[Escuta Recomenda] Semana 11”

Bolsonarismo : O desafio pela nossa natureza

Rafael Betencourt*

“Os maiores problemas do mundo são resultado da diferença entre como a natureza funciona e como as pessoas pensam.” ( Gregory Bateson)

 

Em sete meses de governo o presidente Bolsonaro tem acumulado grandes intempéries para os admiradores da democracia e dos direitos humanos. Uma em particular traduz a urgência e desesperança  que o mundo todo sente ao acompanhar seu governo: o ataque às florestas.  O último embate político do presidente foi contra os dados científicos do INPE( Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) que indicavam um aumento de 40% do desmatamento na Amazônia em relação ao ano passado. Continuar lendo “Bolsonarismo : O desafio pela nossa natureza”

WordPress.com.

Acima ↑