Busca

ESCUTA.

Tag

Política Internacional

De Pyongang a Liverpool Lime Street: o sonho de verão da Coreia do Norte em 1966

Luiz Guilherme Burlamaqui*

Em 1966, o time de futebol da República Popular da Coreia (PKR) disputou a sua primeira Copa do Mundo. Os norte-coreanos chegaram à Inglaterra como azarões e poucos acreditavam que eles pudessem fazer qualquer tipo de algazarra no torneio. Continuar lendo “De Pyongang a Liverpool Lime Street: o sonho de verão da Coreia do Norte em 1966”

O primeiro ano da Política Externa de Temer e a desconstrução das últimas décadas

André Luiz Coelho* e Vinicius Santos*

Chegando quase ao primeiro ano de gestão de Michel Temer na presidência, após o afastamento da Presidenta Dilma Rousseff da chefia do executivo[1], buscamos esboçar nessa pesquisa algumas diretrizes do novo programa governamental implementado no que diz respeito à condução da Política Externa Brasileira (PEB). Continuar lendo “O primeiro ano da Política Externa de Temer e a desconstrução das últimas décadas”

[Escuta Resenha] Quando os fatos mudam. O ensaísta Tony Judt

            Fernando Perlatto*

O historiador Tony Judt foi um tipo de intelectual característico do século XX que nosso tempo, marcado pela crescente especialização, provavelmente, não fabrica mais. Continuar lendo “[Escuta Resenha] Quando os fatos mudam. O ensaísta Tony Judt”

O ano do capiroto: As eleições estadunidenses observadas do Brasil

Mayra Goulart*

Este ano não tem sido fácil para nós, analistas políticos, sociólogos, politólogos, jornalistas, enfim para aqueles que têm a ingrata tarefa de tentar esboçar diagnósticos e prognósticos, com base em modelos históricos, institucionais e racionais. Continuar lendo “O ano do capiroto: As eleições estadunidenses observadas do Brasil”

A esperança e o fardo de Simón Bolívar

Rafael Betencourt*

No dia 7 de janeiro deste ano, o recém empossado presidente da Assembleia Nacional Venezuelana Henry Ramos Allup  ordenou que retirassem da Assembleia quadros e retratos do ex-presidente Chávez e de Simon Bolívar. O protesto por parte do governo do presidente Maduro foi imediato. Continuar lendo “A esperança e o fardo de Simón Bolívar”

O terror, a festa e o que resta

Álvaro Okura de Almeida*

É difícil imaginar o que pode ser viver sob o terror político. Seria uma espécie de choque permanente, daqueles que só sentiríamos diante da morte? Ou uma paranoia constante de que a qualquer momento algo vai explodir em algum lugar? Continuar lendo “O terror, a festa e o que resta”

Identidade, estratégia e hegemonia: hipóteses sobre a crise política no governo Dilma Rousseff

                                              Mayra Goulart*

Ao apresentar uma ferramenta analítica capaz de simplificar a dimensão política reduzindo-a a uma relação de antagonismo entre duas forças, o conceito de hegemonia assume uma função heurística, útil para a compreensão de conjunturas como a deflagrada ao longo do segundo mandato de Dilma Rousseff. Continuar lendo “Identidade, estratégia e hegemonia: hipóteses sobre a crise política no governo Dilma Rousseff”

As janelas quebradas do Itamaraty

Gustavo Bezerra*

As manifestações de junho de 2013 marcaram um período quiçá ainda não digerido em sua totalidade pela política nacional brasileira. No dia 20 de junho, manifestações simultâneas em diversas cidades do país resultaram, em Brasília, na invasão do Congresso e em protestantes na laje que sustenta as semiesferas que marcam as casas parlamentares. Continuar lendo “As janelas quebradas do Itamaraty”

WordPress.com.

Acima ↑