Busca

ESCUTA.

Tag

Bolsonaro

[Antropologia Política. Pesquisa em andamento] Cinema e diversidade: filtros culturais dentre os cosmonautas do Atlântico Sul

Eduardo Mares Bisnetto*

Em país distante, de um planeta plano como uma moeda de vinte e cinco centavos, o presidente-rei-autocrata gosta de avaliar os filmes que sua população pode ou não assistir em seus cinemas. A preocupação, principalmente, é com filmes com teor sexual ou temáticas LGBT (sim, no tal planeta a tag é a mesma). Continuar lendo “[Antropologia Política. Pesquisa em andamento] Cinema e diversidade: filtros culturais dentre os cosmonautas do Atlântico Sul”

Anúncios

Bolsonarismo : O desafio pela nossa natureza

Rafael Betencourt*

“Os maiores problemas do mundo são resultado da diferença entre como a natureza funciona e como as pessoas pensam.” ( Gregory Bateson)

 

Em sete meses de governo o presidente Bolsonaro tem acumulado grandes intempéries para os admiradores da democracia e dos direitos humanos. Uma em particular traduz a urgência e desesperança  que o mundo todo sente ao acompanhar seu governo: o ataque às florestas.  O último embate político do presidente foi contra os dados científicos do INPE( Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) que indicavam um aumento de 40% do desmatamento na Amazônia em relação ao ano passado. Continuar lendo “Bolsonarismo : O desafio pela nossa natureza”

Sobre filtros e censura: Bolsonaro e o cinema brasileiro

Wallace Andrioli Guedes*

Numa semana especialmente prolífica em comentários e atos obscurantistas, o presidente Jair Bolsonaro atacou frontalmente o cinema brasileiro. Revelou a intenção de transferir para Brasília a Agência Nacional do Cinema (Ancine), atualmente sediada no Rio de Janeiro, ou mesmo extingui-la. Continuar lendo “Sobre filtros e censura: Bolsonaro e o cinema brasileiro”

Um desgosto profundo: apropriação indevida de símbolos populares

João Dulci*

Certa vez escrevi aqui que nunca nutri grande apreço pelo pachequismo que mobiliza símbolos nacionais como sinal inequívoco de amor ao Brasil. Quando os movimentos de verde e amarelo começaram a sair às ruas, timidamente em 2013 e de forma escancarada em 2014, as camisas da seleção brasileira, com um escudo de um dos órgãos mais corruptos do país no peito esquerdo, encheram as ruas como uma indumentária identitária de um espectro ideológico da população. Continuar lendo “Um desgosto profundo: apropriação indevida de símbolos populares”

Alguns momentos na manifestação bolsonarista

Jorge Chaloub*

A agradável manhã de domingo no Rio de Janeiro sugeria programas muito mais amenos e divertidos, mas, no esforço de tentar compreender algo dessa barafunda onde o país se meteu, resolvi passar pela manifestação bolsonarista na Praia de Copacabana. Se há algo particularmente nebuloso, num cenário de já difícil leitura, é estimar o tamanho do grupo dos bolsonaristas radicais.  Quantos são, onde vivem, como se reproduzem? Continuar lendo “Alguns momentos na manifestação bolsonarista”

Considerações sobre a polêmica do ‘nazismo de esquerda’

Wallace Andrioli Guedes*

Em meio às tantas trapalhadas cometidas em pouquíssimo tempo pelo governo Bolsonaro, chamou atenção de veículos de imprensa a declaração do presidente, em visita oficial a Israel, sobre o nazismo ter sido um movimento de esquerda. O chanceler Ernesto Araújo afirmou o mesmo em visita ao Senado, durante debate com o senador Randolfe Rodrigues. Continuar lendo “Considerações sobre a polêmica do ‘nazismo de esquerda’”

Universidade e Transformação Social: Angra dos Reis mobilizada pela Educação

Silmara L. Marton*

Andrés del Río**

O grito se fazia mais forte, mais intenso na conhecida Praça do Papão, no centro da cidade de Angra dos Reis, estado do Rio de Janeiro! Foi assim que no dia 08 de maio de 2019, um movimento gigante e catártico de jovens estudantes, professores e funcionários do Instituto de Educação de Angra dos Reis da Universidade Federal Fluminense se formou na praça pública, como parte da agenda prevista por todos os campi da mesma universidade em Ato “Eu defendo a UFF”, a única universidade pública da região. Continuar lendo “Universidade e Transformação Social: Angra dos Reis mobilizada pela Educação”

Um populista no poder: polarização, ideologia e desafios ao presidencialismo de coalizão

Mayra Goulart* e Luan Guedes**

A experiência democrática brasileira apresenta um padrão no que tange o comportamento dos poderes Legislativo e Executivo. Em razão da construção histórica da política nacional, que inclui um processo de hipertrofia do Poder Executivo oriundo décadas de governos autoritários e militares, o Executivo assumiu poderes que lhe permitiam, de maneira institucional, sobrepujar o papel do poder Legislativo. Continuar lendo “Um populista no poder: polarização, ideologia e desafios ao presidencialismo de coalizão”

A Ferrovia Real Madrid

João Dulci*

Há alguns dias foi leiloada a ferrovia Norte-Sul (FNS), umas das mais importantes obras de infraestrutura do país. Desde 1987, a completude de um ambicioso projeto ainda parece um tanto longe, embora durante os últimos governos eleitos a obra tenha avançado.

Continuar lendo “A Ferrovia Real Madrid”

WordPress.com.

Acima ↑