Busca

ESCUTA.

Tag

Cultura

[Escuta Recomenda] Semana 1

Por Fernando Perlatto*

A partir desta semana, a Revista Escuta passará a publicar o “Escuta Recomenda” aos domingos, assinado por um dos editores da revista, Fernando Perlatto, com sugestões de leituras de textos de política e de cultura, publicados na imprensa ao longo da semana, além de indicações de livros. Continuar lendo “[Escuta Recomenda] Semana 1”

Anúncios

A Solidão da Espera

João Martins Ladeira*

É bastante engenhoso o roteiro de Em Trânsito (Transit, 2018, de Christian Petzold). Certo homem assume a identidade de um escritor morto cuja fama lhe garante passagem e visto para longe de uma perseguição política que, cedo ou tarde, vai devorá-lo. Porém, sua fuga o leva de encontro a ninguém menos que a esposa daquele de quem tomou o nome, num relacionamento entre ambos no qual a moça desconhece tal troca de identidade.

Continuar lendo “A Solidão da Espera”

Frágeis Enigmas

João Martins Ladeira*

As críticas a Albatroz (de Daniel Augusto, 2019) não se cansaram de afirmar a dificuldade do filme, associando esse seu traço à referência, enunciada pelo próprio diretor, a Estrada Perdida (Lost Highway, 1997, de David Lynch). Essa carência de definições sobre “o que está ocorrendo” convive com uma estrutura bastante rígida, por sobre a qual, contudo, não parece impossível distinguir um sentido, incompreensível apenas na aparência. Continuar lendo “Frágeis Enigmas”

Sonho de um carnaval?

Jorge Chaloub*

O “chefe da polícia” pelo twitter manda avisar que é urgente o retorno aos “bons tempos”. Depois dos “excessos” de manifestações populares, realizadas com a tolerância e mesmo o incentivo da permissiva Constituição de 1988, agora devemos voltar plenamente às épocas em que o povo na rua é, sem dúvida, questão de polícia.

Continuar lendo “Sonho de um carnaval?”

Pequena irrealidade palpável

João Martins Ladeira*

I

Para um filme sobre viagens ao espaço, são raros os momentos em O Primeiro Homem (First Man, 2018, de Damien Chazelle) no qual desfrutamos o espetáculo prometido. Mantidos boa parte do tempo no interior dos claustrofóbicos módulos espaciais, somente uma vez ou outra vemos a nave pela perspectiva espetacular de um olho flutuando no espaço. Continuar lendo “Pequena irrealidade palpável”

Prazeres incômodos: O Doutrinador e o limite da barbárie

João Martins Ladeira*

O Doutrinador (2018, de Gustavo Bonafé e Fabio Mendonça) é, sem dúvida, mais uma entre as muitas variações sobre a mítica da Lava Jato, nas infinitas derivações possíveis dessa fábula sobre a ordem que, finalmente, conseguiu-se elaborar no Brasil. Movimento raro esse no qual se consegue construir uma mitologia para uma sociedade – ou pelo menos para uma parte dela. Continuar lendo “Prazeres incômodos: O Doutrinador e o limite da barbárie”

Lembranças dos anos 1990: Um artífice maléfico

João Martins Ladeira*

I

Um artesão irônico paira sobre Barton Fink – Delírios de Hollywood (Barton Fink, 1991, de Joel e Ethan Coen). Esse artífice se sobrepõe a todos os demais artistas apresentados ao longo da narrativa. É ele quem põe em cena sequências de acontecimentos carentes de explicação. Ao longo da película, algumas delas cumprem um papel de máxima importância. Continuar lendo “Lembranças dos anos 1990: Um artífice maléfico”

Feliz dia dos alquimistas: como ser professor na era do pós-real?

Lício Caetano do Rego Monteiro*

Caros colegas,

Parabéns aos professores que vocês são, e aos futuros professores que nossos alunos estão se formando para ser. Em algum momento vocês escolheram essa profissão, ou talvez tenham sido escolhidos para ela. Toparam o desafio de aprender e de ensinar. Continuar lendo “Feliz dia dos alquimistas: como ser professor na era do pós-real?”

Um Espetáculo Genuinamente Nacional

João Martins Ladeira*

O Succès de scandale parecia fora de moda, mas os tempos andam estranhos, e Roger Waters terminou envolvido num belo anacronismo. É curioso: não teria sido a sua música a despertar polêmica; e, neste caso, algum desavisado poderia considerá-la até bastante anódina. Continuar lendo “Um Espetáculo Genuinamente Nacional”

WordPress.com.

Acima ↑