Busca

ESCUTA.

Tag

Escuta Aí

Governo na fervura e as oposições

Fernando Perlatto*

Na última sexta-feira, na CPI da Covid, os irmãos Miranda fizeram declarações que, até o presente momento, podem ser aquelas que terão maiores consequências para o governo Bolsonaro. Não que outros depoimentos já não tivessem sido importantes no sentido de evidenciarem as irresponsabilidades do atual governo na condução do enfrentamento à pandemia, e que resultaram, até o momento, em mais de 500.000 mortes.

Continuar lendo “Governo na fervura e as oposições”

[Escuta Aí] Fachin, Lula e a miséria do liberalismo brasileiro

Fernando Perlatto*

Abrir os principais jornais no Brasil hoje pela manhã, ler os editoriais e as colunas da maior parte dos articulistas para observar as repercussões da decisão do Ministro do STF, Edson Fachin, sobre os processos que envolvem o ex-presidente Lula, é confirmar a miséria do liberalismo brasileiro.

Continuar lendo “[Escuta Aí] Fachin, Lula e a miséria do liberalismo brasileiro”

Escuta Aí – A ocupação das ruas pelas manifestações democráticas

Fernando Perlatto*

Ontem, dia 31/05, a conjuntura política do país deu uma nova volta. Se em meio ao caos da pandemia, tinha-se a impressão de que as ruas seriam politicamente ocupadas apenas pelos fanáticos bolsonaristas, com seus gritos autoritários e sua retórica de ódio contra as instituições democráticas, ontem assistimos às primeiras mobilizações significativas em defesa da democracia. Continuar lendo “Escuta Aí – A ocupação das ruas pelas manifestações democráticas”

Escuta Aí – Os ataques à imprensa e os monstros sem controle

Fernando Perlatto*

Ontem a Rede Globo publicou uma nota em solidariedade ao jornalista Wiliam Bonner, que vem sendo covardemente atacado por determinados grupos autoritários na internet. A mensagem repudia a campanha de intimidação contra o apresentador do Jornal Nacional, que decorre, em grande medida, da cobertura crítica que a emissora vem fazendo ao governo Bolsonaro, em especial de sua condução irresponsável no enfrentamento da pandemia do coronavírus. Continuar lendo “Escuta Aí – Os ataques à imprensa e os monstros sem controle”

Escuta Aí – A reunião ministerial e a naturalização do absurdo

Fernando Perlatto*

Uma avaliação corrente que li vindo de diferentes lugares após a divulgação do vídeo da reunião ministerial ocorrida no último dia 22 de abril foi a de que as imagens divulgadas não eram tão comprometedoras para o presidente e seus ministros. Continuar lendo “Escuta Aí – A reunião ministerial e a naturalização do absurdo”

Escuta aí – O que falta para o impeachment?

Theófilo Rodrigues*

Na manhã desta quinta-feira PCdoB, PT, PSOL, PSTU, PCO, UP e PCB protocolaram conjuntamente na Câmara dos Deputados um pedido de impeachment de Jair Bolsonaro que contou com assinaturas de 400 entidades da sociedade civil. Trata-se da maior articulação pelo impeachment feita até agora. Mas será o suficiente? Continuar lendo “Escuta aí – O que falta para o impeachment?”

Escuta aí – O bolsonarismo e a destruição das políticas culturais no Brasil

Fernando Perlatto*

É muito revoltante que, em meio à pandemia do coronavírus que arrasa o país, tenhamos que testemunhar atônitos ao processo paralelo de desmantelamento da política cultural no Brasil. Continuar lendo “Escuta aí – O bolsonarismo e a destruição das políticas culturais no Brasil”

Escuta Aí – A demissão de Teich e a crença dos ingênuos ou cínicos

Fernando Perlatto*

O que surpreende mais no pedido de demissão de Nelson Teich do Ministério da Saúde, antes mesmo de completar um mês de mandato, é que, de fato, parece que passou em algum momento pela sua cabeça a ideia de que ele seria capaz de convencer Bolsonaro sobre suas opiniões. Continuar lendo “Escuta Aí – A demissão de Teich e a crença dos ingênuos ou cínicos”

Toffoli e a relativização da democracia

Jorge Chaloub*

O presidente do STF, José Antonio Dias Toffoli, já construiu um histórico de relativização da democracia. Em outubro de 2018, logo antes do primeiro turno das eleições, o Ministro disse em palestra na Faculdade de Direito da USP[1] preferir “Movimento de 1964” a “Golpe”. Em claro esforço revisionista, a fala culpava as esquerdas pela ação dos militares e interpretava em chave legítima ações de força para preservar supostos fins democráticos. Ontem, no programa Roda Viva, o jurista outra vez nos brindou com uma reflexão do tipo, agora não mais limitada à História brasileira. Em meio a um raciocínio truncado, pontuado com menções equivocadas ao antropólogo Claude Lévi-Strauss, Toffoli respondeu a uma pergunta sobre as ameaças à democracia brasileira com a relativização do próprio conceito de democracia. Ela não seria algo da natureza, como a “família”, mas uma construção da “cultura”. Continuar lendo “Toffoli e a relativização da democracia”

WordPress.com.

Acima ↑