Wallace Andrioli Guedes *

É interessante como, ao se apropriar da já batida estrutura narrativa de Cidadão Kane (1941), O Homem de Mármore (1977), de Andrzej Wajda, acaba assumindo uma relação espelhada com o filme de Orson Welles, significando para o mundo comunista algo mais ou menos equivalente a Kane para o capitalismo americano. Continuar lendo “O Homem de Mármore e o Homem de Ferro, de AndrzejWajda”